IPVA 2023 ES – Espírito Santo: emitir boleto, desconto

Em breve serão divulgadas as regras do IPVA ES 2023. Se você é responsável pelo pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA 2023 do Estado do Espírito Santo poderá se manter atualizado abaixo, conferindo como consultar e obter as melhores condições de pagamento.

No Espírito Santo, todos os anos entre os meses de outubro e dezembro, são divulgadas as informações e regras do IPVA referente ao ano seguinte.

Estas informações são definidas e divulgadas pela Secretaria de Estado da Fazenda – SEFAZ ES, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN ES.

Como funciona o cálculo

CALCULAR IPVA

Para calcular o seu imposto o contribuinte deve considerar o valor de mercado do veículo e também a alíquota estabelecida. O valor de mercado é definido na Tabela FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Já as alíquotas são definidas pelo Governo do Estado em:

  • 2% (dois por cento) para carros de passeios, de esporte e de corrida, camionete de uso misto ou utilitário, aeronaves e embarcações.
  • 1% (um por cento) para micro-ônibus, ônibus, caminhões, motocicletas e ciclomotores.

A tabela com os valores é divulgada pelo DETRAN e SEFAZ juntamente com as outras regras referentes ao imposto.

Tabela e Vencimentos IPVA ES 2023

VENCIMENTOS IPVA

Geralmente os vencimentos do IPVA ES 2023 têm início a partir de março e o calendário é definido conforme o final da placa e também o tipo de veículo.

O IPVA relativo a automóveis, caminhonetas, utilitários, motocicletas e demais veículos deve ser quitado entre os meses de abril e julho. Por outro lado, o imposto sobre a propriedade de caminhões, ônibus e micro-ônibus deverá ser pago nos meses de março e abril.

Assim, veículos leves podem pagar em até quatro parcelas, enquanto veículos pesados pagam em, no máximo, duas parcelas. Além disso, os vencimentos para veículos pesados começam antes.

Vencimentos veículos leves

  • 1ª cota ou cota única: abril
  • 2ª cota: maio
  • 3ª cota: junho
  • 4ª e última cota: julho

Vencimentos veículos pesados

  • 1ª cota ou cota única: março
  • 2ª e última cota: abril

Lembramos que os vencimentos dentro de cada mês é diferente de acordo com a placa. Assim que a tabela for divulgada iremos atualizar esta página.

Outra informação importante: os meses informados acima são referentes ao último IPVA divulgado e pode sofrer alterações, a critério da administração estadual, para o IPVA 2023. Da mesma forma, manteremos esta página atualizada sempre que surgirem novidades.

Pagamento e Descontos IPVA 2023 ES

IPVA Espírito Santo ES

No caso de caminhões, ônibus e micro-ônibus o recolhimento pode ser efetuado à vista, com desconto de 15%. Em caso de parcelamento a primeira parcela vence no mesmo dia da Cota Única com desconto e a segunda parcela tem vencimento no mês seguinte.

Já para os demais veículos a regra é semelhante, no entanto com parcelamento em quatro vezes.

O pagamento deverá ser realizado na rede bancária autorizada – Banco do Estado do Espírito Santo – BANESTES.

E se o IPVA ES ficar atrasado?

Em caso de atraso no pagamento, incidirá multa de 0,33% valor do imposto devido, por dia de atraso, desde que o recolhimento ocorra até 60 dias após o vencimento. Após 60 dias de vencido, multa de 20% do valor do imposto.

Consulta e Emissão de 2ª via de Boleto IPVA 2023 ES

CONSULTA IPVA

Lembramos que a SEFAZ não envia o DUA (Documento Único de Arrecadação) para a residência do contribuinte.

Assim, todos os contribuintes devem emitir através dos sites da SEFAZ ou DETRAN ES e posteriormente pagar o documento.

Outra opção, e a mais comum para o IPVA ES 2023, é pagar diretamente nos canais bancários, como caixas eletrônicos, aplicativos e internet banking das instituições credenciadas. Basta informar os dados do veículo, como RENAVAM, para consultar os valores e efetuar o pagamento do imposto.

Isenção para veículos com mais de 15 anos

ISENÇÃO IPVA

Os veículos com mais de 15 anos de fabricação são isentos do IPVA 2023 do Espírito Santo. Nestes casos não é necessário requerimento ou qualquer solicitação por parte do proprietário. Isso porque o próprio sistema já reconhece essa condição e concede automaticamente a isenção, não lançando o débito.

Além desses, são isentos os veículos de transportes de passageiros, como os táxis, veículos de pessoas com deficiência e veículos usados em serviços agrícolas, entre outros.